Fim de semana contribui para amenizar crise hídrica no DF

Pancadas de chuva em diversos pontos do DF elevaram o nível do Descoberto

"Estacionamento aquático em igreja", ironizou o autor da foto, morador Artur Maurilio
(Foto: Reprodução/AMAAC)

 

Depois de uma seca que se prolongou até outubro, o Distrito Federal volta a ter um mês com muita chuva. Em 27 dias, o volume acumulado em novembro chegou a 255 milímetros, acima dos 231 mm previstos para o mês. E, de acordo com previsão do Instituto Nacional de Meteorologia, o tempo segue chuvoso ao menos até o início de dezembro.

Leia mais notícias em Cidade

Com o volume registrado em torno do período, a barragem do Descoberto registrou 6,4% da capacidade total na tarde do último domingo (26/11).

Para esta segunda-feira (27/11), a previsão é de sol durante a manhã, mas o calor e a umidade provocam chuvas e trovoadas à tarde e à noite. A temperatura no DF varia de 17°C a 29°C. A umidade relativa do ar fica entre 95% e 45%.

Estado de emergência

Apesar da boa notícia, o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) decretou situação de emergência, devido à crise, que se estende a 180 dias.

Na prática, a situação de emergência significa que o GDF conferiu à Adasa novas atribuições, sem a necessidade de novas contratações ou trâmites no legislativo.

A agência, por exemplo, vai restringir o uso da água em parte dos afluentes do Descoberto para agricultura, indústria e lazer. Nessas áreas, que compreendem parte de Brazlândia, apenas o consumo humano será permitido.

Chuva em Águas Claras

Na nossa cidade, a chuva forte, vinda na tarde de ontem (26) pegou de surpresa alguns moradores. Houve registro de alagamento em alguns pontos da região. Fotos e vídeos circularam pelas redes, registrando alguns dos locais de maior concentração de água.

Revista Águas Claras

Seu canal de notícas em Águas Claras, Brasília e Brasil.

Email:

contato @revistaaguasclaras.com.br

 

Fax:

+061 3034 0000 / 9908 9100