Saiba como manter a pele hidratada nesse tempo seco

A baixa umidade do ar em Brasília requer bastantes cuidados com a pele

Tomar bastante água já é um primeiro passo; veja outros
Tomar bastante água já é um primeiro passo; veja outros
(Foto: Revista Águas Claras/Acervo)

 

O Distrito Federal registra mais de 100 dias sem chuva e a umidade do ar vem caindo constantemente e chegou ao patamar de estado de emergência, visto que registrou umidade abaixo de 12%. Fatores climáticos como o vento, o sol e o ar seco, são os causadores do ressecamento da pele. As substâncias químicas liberadas na utilização de detergentes e sabões causam a eliminação da gordura da pele, afetando o manto lipídico que ajuda a reter a umidade natural da pele, deixando-a desprotegida e favorecendo a desidratação, assim como em outras partes do corpo que também sofrem com o ressecamento e precisam ter uma atenção maior. Para evitar casos de rachaduras e descamação, são necessários alguns cuidados.

Leia mais notícias em Saúde

A médica dermatologista, Dra. Ana Regina Trávolo, explica que a hidratação deve ser feita com cremes específicos, principalmente, logo após o banho, pois a absorção do hidratante é maior com a pele um pouco úmida. “Além de usar o hidratante após o banho, ele pode ser reaplicado no decorrer do dia por quem tem a pele muito seca. É importante também ingerir bastante água durante o dia, pois a hidratação do organismo como um todo depende da água ingerida”, diz.

Quando o ressecamento da pele está num estágio mais avançado, é possível o desenvolvimento de alguns transtornos, como o eczema asteatósico, onde a pele apresenta um tom avermelhado, com coceira, descamação e fissuras. A pele ressecada fica, também, mais propensa a desenvolver quadros infecciosos, como a erisipela nas pernas e a Dermatite Atópica, nesta última as áreas irritadas aparecem principalmente nas áreas de dobras e nas bochechas.

As pessoas com pele oleosa também devem fazer a hidratação da pele, mas com algumas diferenças. A aplicação de hidratantes devem ser feita principalmente nas épocas de seca, em áreas nas quais a pele resseca mais, como nos antebraços e nas canelas. “Na região facial, nessas pessoas, o hidratante eventualmente pode ser dispensado, caso a pele seja realmente oleosa. Todavia, existem produtos hidratantes especialmente desenvolvidos para pessoas de pele oleosa, que conseguem fazer uma leve hidratação, mas sem piorar a oleosidade existente, ou causar acne”, orienta a Dra. Ana Regina.

A dermatologista explica que para manter a pele sempre hidratada não basta apenas passar os hidratantes. É necessário também evitar os banhos excessivamente quentes, as buchas e o uso de sabonetes abrasivos, pois retiram a camada de gordura protetora da pele. “Importante usar os sabonetes e xampus só nas áreas mais necessárias, como axilas, couro cabeludo, pés e região genital”, completa.

Revista Águas Claras

Seu canal de notícas em Águas Claras, Brasília e Brasil.

Email:

contato @revistaaguasclaras.com.br

 

Fax:

+061 3034 0000 / 9908 9100