Uso de suplementos e esteroides pode causar reações adversas na pele

Fique atento aos componentes da suplementação que podem causar queda de cabelo, foliculite e acne

(Foto: Reprodução)

 

Os suplementos alimentares mais populares habitualmente são compostos por aminoácidos do soro do leite, contendo também vitaminas, peptídeos bioativos e carboidratos. A ingestão desse complemento nutricional pode causar reações adversas na pele, como alerta a dermatologista da Clínica Monte Parnaso, Ana Regina Trávolo. “É comum o aumento da acne, tanto como aparecimento de novas lesões, quanto na piora de quadros pré-existentes, principalmente no rosto e no tronco’, alerta a médica.

Os suplementos podem causar acne por diversos fatores: 1- primeiramente pelo estímulo direto das proteínas do soro do leite. 2- a presença de carboidratos resulta em um alto índice glicêmico, ocasionando a formação de acne devido ao aumento de IGF-1 causado pela hiperinsulinemia. 3- Além disso, as vitaminas do complexo B também aumentam a oleosidade da pele, contribuindo para o maior aparecimento da acne.

Cuidados

Nos pacientes que tenham caso clínico de acne e apresentem piora do quadro com o uso do suplemento Whey Protein, é aconselhável parar o uso. O ideal   substituir por produtos que apresentem baixo índice glicêmico, que não tenha adição de vitaminas do complexo B e que não contenha proteína do leite. “O paciente tem a possibilidade de adquirir suplementos proteicos derivados de outras fontes, como carne, soja e ervilha”, orienta a dermatologista Ana Regina.

Vilão

Outro vilão bastante utilizado pelas pessoas que buscam melhorar a performance esportiva ou ter ganho de massa muscular rápido e intenso é o esteroide androgênico. Entre os mais comuns desta classe podemos citar o Stanozolol, Oxandrolona e Nandrolona.

Estes compostos possuem ação androgênica podendo resultar em vários efeitos colaterais na pele, como:

  1. Aumento do tamanho e da função glândulas sebáceas, resultando em oleosidade da pele e do cabelo.
  2. Acne resistente aos tratamentos e com caráter mais grave (acne fulminas). Estima-se que a acne ocorra em até 40% dos usuários.
  3. Alopecia (queda de cabelo)
  4. Hirsutismo (aumento de pelos pelo corpo)
  5. Rosácea
  6. Piora da dermatite seborreica (seborreia)
  7. Estrias devido ao aumento do tecido muscular e diminuição da elasticidade da pele.
  8. Foliculite e furunculose
  9. Predisposição a formação de cistos
  10. Predisposição a queloides (pelo aumento da síntese de colágeno tipo 1)

Dessa forma, em virtude das manifestações cutâneas frequentes, o Dermatologista muitas vezes é o primeiro médico a ser procurado por estes pacientes. “Devemos estar preparados não só para tratar as lesões cutâneas, mas verificar outras manifestações clínicas e sintomas que possam sugerir outras complicações sistêmicas e riscos para a sáude destes pacientes. Caso necessário, exames laboratoriais podem ser solicitados Os esteroides podem também resultar em agressividade, insuficiência hepática e infertilidade”, completa Dra. Ana Regina.

Revista Águas Claras

Seu canal de notícas em Águas Claras, Brasília e Brasil.

Email:

contato @revistaaguasclaras.com.br

 

Fax:

+061 3034 0000 / 9908 9100